Lançado em abril, o programa de voluntariado da Rede Mondó, o Afluir, divulgará nas próximas semanas um edital para a inscrição de voluntários que desejem se juntar presencialmente às ações desenvolvidas em Breves (PA), cidade-piloto do projeto.

Até que essa etapa seja iniciada, que tal entender, em detalhes, como funciona o Afluir? Reunimos as principais dúvidas dos voluntários que já se cadastraram para esclarecer cada uma delas e, assim, instigar aqueles que ainda estão em dúvida sobre como participar dessa iniciativa.

Desde os desafios enfrentados pelas comunidades locais até os benefícios de se tornar um voluntário, explicamos tudo o que você precisa saber para se envolver nesta missão inspiradora. Seja você um indivíduo, uma empresa ou uma instituição, há diversas maneiras de se juntar a nós e ajudar a criar um impacto duradouro na vida das pessoas que vivem na Floresta Amazônica.

1. O que é o Programa de Voluntariado Afluir?

O Programa Afluir é uma iniciativa da Rede Mondó que visa transformar a realidade das comunidades do Arquipélago do Marajó por meio do voluntariado. Ele é estruturado em três pilares estratégicos: pessoas, processos e produtos, que juntos formam a base para todas as ações no território.

2. Onde a Rede Mondó atua?

A Rede Mondó está há três anos em Breves, cidade-piloto do projeto, localizada no Marajó, maior arquipélago flúvio-marítimo do mundo. O município tem uma população estimada em 106 mil habitantes e possui cerca de 78% do território com a Floresta Amazônica preservada. No entanto, situa-se em uma zona onde estão registrados alguns dos piores indicadores socioeconômicos do Brasil.

3. Quais são os principais desafios enfrentados pela comunidade de Breves?

Os desafios incluem altos índices de analfabetismo e abandono escolar, falta de acompanhamento médico, insegurança alimentar, falta de saneamento básico e renda per capta extremamente baixa.

4. Como a Rede Mondó busca enfrentar essas desigualdades?

Por meio de ações que promovem a educação, saúde, desenvolvimento econômico e sustentabilidade ambiental. Neste momento, com o Afluir, o foco é capacitar a comunidade local criando uma experiência imersiva dos voluntários no território.

5. Quais são os pilares do Programa Afluir?

  • Pessoas: gestão de recursos humanos, capacitação de voluntários e equipe local, engajamento e comunicação;
  • Processos: estruturação organizacional, incluindo a criação de políticas de voluntariado e painéis de indicadores;
  • Produtos: desenvolvimento de atividades e ferramentas para engajamento e mobilização no território.

6. Quem pode participar do Programa de Voluntariado Afluir?

Qualquer pessoa, empresa ou instituição interessada em apoiar o desenvolvimento sustentável e a transformação social das comunidades do Marajó pode participar.

7. Quais são as formas de participação no programa?

    • Voluntário: envolvendo-se diretamente nas ações e projetos do programa;
    • Doador: contribuindo financeiramente para sustentar as ações da Rede Mondó;
    • Apoiador: apoiando de diversas maneiras, como parcerias institucionais ou técnicas.

    8. Quais são os benefícios de se tornar um voluntário do Programa Afluir?

    Além de contribuir para uma causa nobre, os voluntários desenvolvem soft skills, ampliam o conhecimento sobre processos sociais e ambientais, e ganham uma compreensão mais profunda sobre a realidade amazônica.

    9. Quais habilidades são necessárias para ser um voluntário?

    Não há um conjunto específico de habilidades exigidas para ser voluntário. O programa valoriza a diversidade de experiências e conhecimentos, incentivando a participação de pessoas de diferentes formações e habilidades, de todas as partes do país. Para o intercâmbio mondó, que terá a sua primeira edição em julho, vamos abrir vagas direcionadas para desafios específicos locais.

    10. Como me inscrever no programa de voluntariado Afluir?

    Para se inscrever, você pode acessar a nossa página na plataforma Transformetech e preencher o formulário, aqui. A partir disso, você receberá novidades em primeira mão sobre as próximas ações do programa.

    11. Há oportunidades de voluntariado para estudantes universitários?

    Sim, o programa oferece oportunidades específicas para universitários que desejam aplicar seus conhecimentos acadêmicos em projetos de desenvolvimento sustentável. Esses projetos são uma excelente oportunidade de aprendizado prático e contribuição social.

    12. Como as empresas podem se envolver com o Programa Afluir?

    Empresas podem se envolver através de parcerias, doações, programas de voluntariado corporativo e outras formas de apoio. A participação das empresas é crucial para ampliar o alcance e o impacto das ações no Marajó e está incluída em uma das etapas futuras do programa.

    Dúvidas esclarecidas? Esperamos que sim. Mas você pode, a qualquer momento, conferir todo o escopo do programa aqui. Se ainda surgir alguma dúvida, envie-a pelos comentários!

    Junte-se ao Afluir e ajude a construir um futuro melhor para as comunidades da Amazônia.